Recomendamos

A agenda e a bússola

A agenda e a bússola

1 minuto A agenda torna possível a eficiência, a bússola, a eficácia. A Methodus tem na Administração do Tempo instrumento que propicia equilíbrio entre as dimensões humanas – econômica, física, mental, social, familiar, psicólogo, espiritual(7 saúdes). Nossa cultura ocidental prioriza e exacerba as dimensões econômica e mental em detrimento das demais. O uso da agenda torna factível o planejamento estratégico criado e orientado pela bússola que coloca em perspectiva o passado, o presente e o futuro.  A predominância da reatividade decorre do desconhecimento de Continue lendo

Como organizar o tempo na empresa

Como organizar o tempo na empresa

1 minuto Atividades realizadas em equipe têm grande potencial para perder o foco, demanda assim muito mais tempo do que o inicialmente programado. Cabe ao líder do grupo, ser hábil na arte em delegar e cobrar idéias e ações. Isso minimiza sobremaneira o famigerado atraso na entrega dos resultados e reduz muito o retrabalho. Identificamos com relativa facilidade os dispersores de tempo seguintes: pouca sincronia entre as etapas do projeto; comunicação falha sobre a logística de realização; remuneração dos coraboradores não atrelado ao resultado; Continue lendo

Com prazer é bem melhor

Com prazer é bem melhor

menos de 1 minuto A década de 90 ficou caracterizada como a década do cérebro. As decobertas da neurociência tem sistematicamente provado que tanto a massa cinzenta, quanto a branca são diretamente beneficiadas quando exercitamos o corpo e desafiamos a mente. A plasticidade neural pode ser estimulada através das mais variadas atividades físicas coletivas ou individuais e de inúmeras atividades mentais, tais como: aprender idiomas, leituras diversificadas, interação com culturas desconhecidas. A característica que deve permear tanto os exercícios físicos, quanto os deafios mentais Continue lendo

A arte de falar em público é uma aprendizagem

A arte de falar em público é uma aprendizagem

2 minutos Como dizem os latinos – ator nascitur, orator fit – ator já nasce pronto, enquanto orador se faz.  Modernamente dizemos, ator representa, orador projeta-se. Ficamos encantados diante de um excelente orador. Erradamente imagina-se que se está diante de alguém que nasceu predestinado a ser um grande comunicador. A arte de falar em público é uma aprendizagem. Trata-se de habilidades aprendidas. Fazer curso de teatro não habilita a falar bem em público, ao contrário do curso de oratória (leia-se curso para falar em Continue lendo

Os 4 Passos para uma Palestra Eficiente

3 minutos É um erro usar os truques recomendados pelos especialistas. O mais importante é mostrar-se autêntico. Revista Época Negócios – por Marcelo Coppola Há uma séria de regras consagradas para falar em público com sucesso. É preciso usar frases curtas, organizar as ideias de forma lógica e discorrer com paixão sobre o tema da apresentação. Não é recomendável ficar estático no palco, nem gesticular de forma exagerada. Especialistas sugerem que o palestrante mantenha uma comunicação visual mais intensa com algumas pessoas da platéia. Continue lendo

A arte de aprimorar

menos de 1 minuto Methodus é latin. Seu significado mais preciso é a arte de fazer-se, a via para construir-se ou construir algo. O slogan aprimorando talentos decorre desse conceito. Instrutor ou professor (coaching) só será bem sucedido quando o candidato tem objetivos claros e necessita técnicas específicas para otimizar-se.