Estações do ano Podem Influenciar a Memória, aponta estudo.

Tempo de leitura: 2 minutos

Somos parte da natureza, portanto é perfeitamente normal e até esperado que as estações do ano influenciam a memória.

Estações do ano podem influenciar a memória, aponta estudo

Como estações do ano influenciam a memória

Sentir-se mais cansado durante o inverno e ter mais capacidade de concentração no verão.

A variação de comportamento ao longo das estações do ano pode ser a resposta para a sua preferência por determinada condição climática.

Um estudo realizado pela Universidade de Liège, na Bélgica, mostrou que a estação do ano tem uma relação direta com a sua atividade cerebral.

A pesquisa estudou 28 pessoas adultas durante as quatro estações do ano.

Em que Consiste esse Estudo

O procedimento consistia em monitorar as suas atividades cerebrais a em cada período durante mais de quatro dias, deixando-os isolados da luz solar e do mundo externo.

A reclusão ocorreu para tentar neutralizar os estímulos, como as condições específicas daquele dia (neve, chuva ou sol).

Durante esse período, os participantes foram orientados a fazer atividades variadas.

O monitoramento foi feito quando as pessoas estavam executando tarefas que envolviam a capacidade de atenção e o acesso às suas memórias.

Isso possibilitou a digitalização do cérebro durante os exercícios, gerando um mapeamento para cada tipo de atividade.

O que os Resultados Provaram

Os resultados mostraram que o cérebro tinha maior capacidade de atenção durante o inverno.

Enquanto o oposto era visto durante o verão, quando os participantes tinham mais dificuldade de concentração e foco.

Já a capacidade de acessar as memórias teve os seus picos de desempenho durante o outono.

Enquanto os piores resultados foram observados na primavera.

O estudo não descobriu o motivo dessas variações.

Os motivos das variações ainda são um mistério

No entanto, sabendo que a sazonalidade pode influenciar as atividades cerebrais, é importante focar os esforços mentais.

Priorizar estudos durante os períodos em que a capacidade de atenção e acesso à memória são mais limitados.

Atividades de estímulo dessas capacidades cognitivas, como exercícios de atenção e cursos que ensinam técnicas de memorização são maneiras de driblar os efeitos externos sobre a mente e manter a constância das atividades cerebrais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *