O Desafio de Ler em Outros Idiomas.

Tempo de leitura: 3 minutos

Todo idioma carrega consigo uma beleza particular. Ler outro idioma amplia consideravelmente a mente dos seres humanos.

Ler outro idioma

A pronúncia, a semântica e a grafia de uma língua expressam as raízes e a própria cultura de um povo.

Por isso, ler uma obra original pode ser uma experiência surpreendente e enriquecedora, que demonstra modos de falar e palavras que não se aprende em livros de gramática.

Mas como se aventurar a conhecer uma história que não seja em português?

Até mesmo para quem está habituado a outro idioma essa tarefa pode parecer um desafio e tanto.

Entretanto, ler em outro idioma não passa de um hábito que, como qualquer outro, pode perfeitamente ser incorporado ao dia a dia de quem detém ao menos os conhecimentos básicos de um idioma.

Ler ouvindo música clássica facilita a concentração e aguça a capacidade de imaginar-se como personagem das estórias.

Confira dicas para se aventurar na língua estrangeira e ter uma excelente leitura.

Nível de conhecimento

A melhor maneira para começar a ler outro idioma é a partir da escolha do livro.

Não adianta tentar ler uma obra complexa se os conhecimentos são básicos.

Caso queira ler um clássico, dê preferência às adaptações, em que o vocabulário é mais simples, mas mantém a estrutura e a história são fieis.

Se possível, leia um livro que já tenha lido em português, pois o conhecimento da história irá deixar você mais livre para prestar atenção às palavras e construções gramaticais.

Informações sobre a obra

Antes de começar a ler o livro se informe o máximo que puder sobre ele, mesmo que em português.

Em que época foi escrito? Quem é o autor? Por que essa obra é interessante? Por que despertou o seu interesse?

Saber mais sobre o assunto é uma excelente forma para aumentar ainda mais a sua motivação para ler.

Evite traduções ao ler outro idioma

Evite traduzir todas as palavras que não conhece, pois, em vez de acrescentar vocabulário, você irá se tornar dependente do dicionário e a leitura não irá fluir naturalmente.

Mais importante do que saber todas as palavras é entender o que acontece na história a partir do contexto.

Só recorra ao dicionário se você ler a frase inteira e não conseguir formar uma imagem clara.

Tempo

Obviamente que o tempo gasto para uma leitura estrangeira não será igual ao tempo necessário para ler a mesma obra em português.

No começo, você percebe certa demora ao ler algumas páginas.

Mas não desanime: o que vale é entender o que você está lendo. Se você está começando agora e ainda não domina o idioma, leia ao menos duas páginas por dia.

Da mesma forma que acontece com uma atividade física que é deixada de lado por bastante tempo, a falta de prática na leitura pode prejudicar todo o progresso já feito.

Ficar longe das letras estrangeiras pode prejudicar o avanço do aprendizado – e fazer você ler devagar novamente. Portanto, mantenha o ritmo e o foco.

Fichamento

Se a ideia for aprimorar o idioma estrangeiro, aproveite para fazer um fichamento, isto é, uma análise da obra.

Anote as informações mais importantes encontradas, como nome dos personagens e características principais do enredo.

Separe também um espaço para escrever ainda palavras aprendidas e os sinônimos encontrados.

Isso irá ajudar você a ampliar o seu vocabulário e a encarar livros cada vez mais complexos.

Leitura dinâmica

Para quem lê frequentemente e/ou fez as técnicas de leitura dinâmica, é ainda mais fácil se aventurar por um idioma estrangeiro.

Apesar de as línguas terem muitas particularidades e cada autor ter seu estilo, os leitores assíduos já estão acostumados a se adaptar a essas singularidades presentes em cada obra e otimizar a sua leitura.

Ler outro idioma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *