Processos seletivos: como se sair bem nas dinâmicas de grupo

Tempo de leitura: 2 minutos

Dinâmica

Os processos seletivos tem espelhado cada vez mais as exigências recentes do mercado, cada vez mais competitivo e mais incisivo na hora da decisão para um cargo ou função em qualquer empresa. As dinâmicas de grupo são um elemento chave nessa escolha, por expor as principais características e deficiências de cada um, e é possível conseguir êxito nessas circunstâncias mostrando o melhor que você pode oferecer.

A ideia inicial da dinâmica de grupo é avaliar o contato desse potencial colaborador com os demais membros de uma equipe. O trabalho e a colaboração em time são características fundamentais para atuar em qualquer ambiente.

Expressar-se corretamente é a chave

Nesse sentido, o diálogo e a capacidade de expressão são o elemento-chave para conseguir lidar bem com esse tipo de avaliação. Muitas vezes o conhecimento prévio e domínio do assunto são ofuscados pela dificuldade de articulação e exposição das ideias. Por isso, infelizmente é comum que grandes talentos sejam ofuscados e passem desapercebidos pelos avaliadores em razão da timidez ou dificuldade de expor as opiniões.

A timidez é uma característica inerente a todos os seres humanos, mesmo os mais extrovertidos. Ela é composta tanto da insegurança e medo de estar diante do desconhecido ou de falhar, e está ligada ao instinto de auto-proteção de cada um, sendo fruto da necessidade do estabelecimento de papéis sociais para que nenhum limite de individualidade seja quebrado. O desconforto e inibição, entretanto, se tornam empecilhos imensos quando superam a necessidade de contato com outras pessoas. Chances são perdidas e portas se fecham.

O segredo, então, é saber diferenciar a timidez saudável com aquela que impede que novos contatos e novas chances apareçam. O curso de oratória é a solução perfeita para isso já que, além de auxiliar na capacidade de expressão e articulação oral das ideias, confere aos alunos uma autoconfiança maior para lidar com os mais variados tipos de situação. Por meio do desenvolvimento de certas características, a timidez é superada pela iniciativa e pela capacidade de dialogar e formular os pensamentos de forma clara e convincente.

Durante as dinâmicas de grupo é necessário demonstrar o espírito de conciliação e proatividade, com o qual se propõe novas ideias e saídas para as questões dispostas pelos avaliadores. Nesse pouco tempo o profissional precisa comprovar sua competência, o que faz desse curto período uma oportunidade na qual deve se mostrar da melhor forma possível, sem espaço para a timidez. Por isso, utilizar a oratória para expor suas histórias e propostas construtivas é o diferencial para a contratação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *