Dicas para melhorar a sua argumentação

Tempo de leitura: 2 minutos

Dicas para melhorar sua argumentaçãoFazer um bom discurso, com argumentações consistentes e, acima de tudo, que convençam e emocionem seus ouvintes é uma verdadeira arte. Mas saiba que todos nós, como seres humanos que vivem em sociedade, possuímos um enorme potencial argumentativo e persuasivo, mas que precisa ser desenvolvido e lapidado para que nossas palavras se tornem realmente decisivas.

Pensando nisso, reunimos aqui algumas dicas muito importantes para todos que possuem o desejo de melhorar a sua fala, a sua postura, e principalmente a sua capacidade de liderar e alcançar o sucesso, tanto através de realizações pessoais como profissionais.

Vamos a elas!

 

Estabeleça um objetivo e mantenha o foco

Antes de começar o seu discurso, tenha em mente de maneira clara os seus objetivos e cada etapa que deve ser alcança para que você o atinja, pois assim você será capaz de construir argumentos em uma sequência lógica e que facilite o entendimento do ouvinte.

Isto é, planeje sua fala, escreva em um papel os principais pontos que você deverá abordar, treine no espelho ou com um amigo. Dessa maneira, com uma boa preparação, o nervosismo praticamente desaparece e você ficará livre para expor as suas ideias com total segurança.

Aproveite-se da linguagem corporal

A linguagem corporal é muito importante para transmitir sensações que apenas a fala não conseguiria. A gesticulação auxilia na articulação de sua fala, pois os dois movimentos se complementam tornando a sua mensagem muito mais poderosa e convincente.

Portanto, respire fundo, relaxe os músculos, mantenha a coluna ereta e movimente seus braços de maneira natural, como você já faz no dia a dia, tomando o cuidado apenas para não ser invasivo ou agressivo quando a ocasião não exige esse tipo de postura.

Faça do seu discurso uma conversa

Lembre-se sempre que você está falando com outra pessoa, e não simplesmente para outra pessoa. Não é preciso necessariamente preencher seu discurso de piadinhas, linguagem chula ou coisas do tipo, mas é preciso utilizar o tom e a linguagem adequada ao seu público-alvo.

Portanto, se possível, faça perguntas para a sua plateia, peça um feedback, proponha um exercício oral, faça reflexões ou mesmo dê exemplos que estejam presentes no cotidiano dela. Dessa forma você consegue se aproximar e se flexibiliazar para encontrar o melhor jeito de falar e de ser persuasivo.

7 segredos dos grandes oradores

Você pode encontrar mais dicas de oratória na página de nosso Curso de Oratória, além de outras técnicas e artigos sobre o poder da eloquência e de um discurso bem executado. Não deixe de conferir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *