Como solucionar a equação da saudade

Tempo de leitura: 2 minutos

Como solucionar a equação da saudadeTalvez um dos sentimentos mais complexos que nos cerca seja a saudade. Ela é o resultado da seguinte somatória: amor + falta. Em alguns momentos, esta somatória vem com alguns expoentes: distância, passado, lugares ou, até mesmo, aquilo que fomos. Entretanto, encontrar a solução para essa expressão numérica, pode ser mais simples do que imaginamos.

Desapego + Presente  = Futuro promissor

Passado é algo que não volta. A melhor maneira de tornar presente em nossa vida tudo aquilo que já vivemos e aprendemos, é aplicar essas experiências passadas em nosso dia a dia, sempre no intuito de amadurecer, evitar de cometer os mesmos erros e valorizar novos momentos, permitindo passos promissores para o futuro.
Nunca se esqueça que, assim como você teve momentos bons e inesquecíveis tempos atrás, com certeza terá novos outros pela frente também! No entanto, para isso, você precisa ter fome pelo novo e estar aberto a essas novas experiências.  Não se preocupe em tentar ser quem você foi ou o em tentar resgatar momentos perdidos! Preocupe-se em ser quem você é e aonde você quer chegar!

Pessoas queridas que estão longe + internet + verdade =  Conexão de sentimentos

Pessoas queridas que estão longe + internet + verdade =  Conexão de sentimentosA tecnologia veio para aproximar quem está longe, por isso use-a a seu favor! Ainda que um abraço, uma conversa olho no olho, ou simplesmente estar próximo àquelas pessoas que amamos seja algo insubstituível, lembre-se que a internet pode resolver parcialmente essa questão da distância. São inúmeras ferramentas, Redes Sociais, conversas simultâneas por meio de webcams que, só o fato de fazer com que esteja conectado com alguém, saber de suas novidades, suas conquistas e acompanhar o seu sucesso, alimenta qualquer relação quando ela é de verdade. Se a distância física é inevitável, a de espírito e de energias não. E, mais do que isso, manter este contato e buscar soluções para se sentir mais perto de alguém, só fomenta ainda mais a emoção e o carinho que acontecerá quando vocês se reencontrarem.

Medo de viver + zona de conforto = saudade do que não viveu

Mais difícil do que lidar com a saudade, é tentar lidar com a saudade daquilo que não foi vivido. Não tenha medo de se entregar aos momentos por saber que eles serão passageiros e que você poderá sofrer lá na frente. Você não irá sofrer se, ao invés de se lamentar por aquilo que foi bom mas que passou e não volta mais, sentir-se honrado, privilegiado, e grato por ter vivido momentos tão especiais. A vida continua. Ela anda.  E conviver com a eterna dúvida de “ como seria e se eu tivesse feito…se eu tivesse tentado…’’ é algo que você jamais terá como descobrir! O amanhã sempre será ontem. Por isso arrisque, siga em frente e caminhe em direção aos seus sonhos!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *