Dois pesos e duas medidas: como ser justo

Tempo de leitura: 2 minutos

Dois pesos e duas medidas: como ser justoMuitas vezes, por mais que tentamos, acabamos cometendo algumas injustiças com as pessoas que estão ao nosso redor: seja no trabalho, com nossa família, amigos ou, até mesmo, com desconhecidos. O fato é que encontrar o equilíbrio e ser justo sempre que puder é fundamental para se ter um mundo mais digno, mais honesto e com pessoas melhores.

Semeie a paz

Uma das maneiras de potencializar o seu senso de justiça é deixar seu coração livre de sentimentos ruins e negativos que possam te consumir. Tente sempre semear a paz, pois, assim, você estará bem consigo mesmo, com a mente tranquila e leve, e saberá tomar as decisões mais corretas. Além disso, você também garantirá um ambiente mais agradável para aqueles que convivem com você.

Antes de criticar o comportamento de uma pessoa, tente compreender suas razões

Em nosso dia a dia, é comum fazermos críticas à algumas pessoas quando não concordamos com suas atitudes ou até mesmo com um tipo de comportamento. Mas, antes de fazer algum tipo de julgamento, é preciso analisar a situação e aprofundar-se no contexto como um todo. Cada ser humano carrega consigo uma bagagem composta por uma série de experiências e histórias que influenciam muito em sua vida – o que justifica muitos de seus atos. Pense que, por muitas vezes, o melhor a fazer é estar disposto a ajudar e apresentar soluções que irão tornar o próximo uma pessoa ainda melhor.

Nunca se esqueça das coisas boas que já fizeram por você

Ser grato àqueles que sempre nos ajudaram e estar pronto para fazer o mesmo por eles é uma forma de ser justo não só com essas pessoas, mas com você também, afinal, é uma maneira de provar a si mesmo que você é uma pessoa íntegra e que possui a capacidade de retribuir com dedicação e dignidade tudo o que já fizeram de bom e acrescentaram em sua vida.

Nunca se esqueça de quem já te deu a mão, essa relação de cumplicidade com certeza é algo que só vem a acrescentar e amadurecer a alma de cada um.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *