Lições para se aprender com o Natal

Tempo de leitura: 2 minutos

Lições para se aprender com o NatalQuem nunca ouviu o conto do homem muito rico, todavia avarento e egoísta, que na noite de Natal recebe a visita de três espíritos, o Espírito do Natal Passado, o Espírito do Natal Presente e o Espírito dos Natais Futuros e o faz refletir sobre a vida e suas atitudes?
Essa história foi escrita em 1843, pelo inglês Charles Dickens como forma de crítica ao materialismo que propõe o acúmulo de bens para sanar necessidades emocionais.

O conto ultrapassou gerações por transmitir importantes valores que valem ser lembrados não só no Natal, mas em todos os dias de nossas vidas.

O Espírito do Natal Passado

No conto, essa personagem leva o homem avarento para uma viagem ao seu próprio passado, no qual ele se depara com sua juventude em uma época em que ele ainda comemorava o Natal e se deixava envolver pela alegria e valores natalinos de solidariedade.
Tente se lembrar de quando você era criança. A alegria em enfeitar a árvore, da ansiedade para abrir os presentes, da ceia pronta na mesa e dos familiares reunidos. Permita-se reviver esses momentos e dar continuidade a essa tradição.
E quem não teve muitos Natais memoráveis pode ter a chance de vivenciar todo o sentimento de amor que envolve a comemoração. Esse ano pode ser o início dessa mudança.

O Espírito do Natal Presente

A segunda personagem a guiar o homem que não vê graça no Natal, o leva para observar a noite de Natal de um dos funcionários de sua fábrica. A comemoração era bem humilde, mas apesar disso a família estava muito feliz.
A questão é entender exatamente isso, que o Natal, acima de tudo é uma data na qual se comemora o amor com a presença das pessoas que são importantes na sua vida, e isso independe do local e das condições financeiras.

O Espírito dos Natais Futuros

O último personagem leva o homem farto de dinheiro, mas carente de satisfação, para ver como serão seus próximos Natais. Ele observa a si mesmo em uma vida triste e solitária.

A Christmas CarolO que nos lembra que o mais importante em relação ao Natal é o chamado “espírito natalino” que é a união dos bons sentimentos, da solidariedade e carinho, da paz e alegria que nascem do desejo de fazer as outras pessoas felizes. Independente de credos e crenças, é um data para se propagar o amor.

É o dia em que temos a oportunidade de reavaliarmos nossas posturas e atitudes e as redirecionarmos para intenções mais generosas.

Em um mundo no qual o Natal deixou de ser uma data comemorativa para virar uma data comercial, podemos cultuar o verdadeiro objetivo natalino, que é a união e compaixão.

 

 

A Methodus deseja a todos um Natal de muito amor com perspectivas de aprimoramento dos nossos valores e melhoras como seres humanos.

Um ótimo Natal e Boas Festas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *