Revendo as metas do começo do ano

Tempo de leitura: 2 minutos

Revendo metasAo final de um ciclo definido, como um bimestre, um trimestre ou ainda um semestre, é dever de um líder reavaliar suas metas iniciais para identificar seus erros e acertos. É nessa hora que podemos identificar ações que estão dando certo e que portanto devem ser aprimoradas, e também aquelas que não estão fluindo muito bem e precisam ser revistas.

Nesse momento, precisamos partir da visão geral de nossos projetos e ir aprofundando a nossa análise, atentando-nos sempre aos detalhes. Vamos perceber que ao analisarmos a evolução de nossos planos, nós também acabamos evoluindo como pessoas, pois estudamos, nos dedicamos e demos nosso máximo para que tudo corresse bem.

Vale lembrar que devemos dar uma atenção especial aos casos extremos: quando tudo está “às mil maravilhas” ou quando o mundo parece estar “conspirando contra nós”. Comemorar antes da vitória, assim como desistir no meio do caminho, são os piores erros que podemos cometer. E para não cairmos nessa, aqui vão algumas dicas de como proceder em cada uma dessas situações.

Quando tudo está às mil maravilhas

Não podemos nos acomodar, e está é a palavra de ordem. Um líder precisa sempre buscar seus erros, o calcanhar de Aquiles de seu projeto, para evitar que ele se torne um problema no futuro. Ninguém pode saber mais sobre você do que você mesmo, e sabendo que acidentes acontecem, é bom estar sempre prevenido.

Tenha sempre uma carta na manga, um plano B, pois dessa maneira você estará preparado para administrar de maneira mais tranquila qualquer crise ocasional. Mantenha o bom trabalho e tenha a certeza de que colherá bons frutos (ou continuará colhendo).

Quando o mundo parece estar conspirando contra nós

Muita calma! A verdade é que ele não está, e de alguma maneira estamos transformando um desafio em um problema sem solução dentro de nossa cabeça e, o que pode ser pior, jogando a responsabilidade para os outros.

Temos que assumir a responsabilidade, tomar a frente, erguer a cabeça e vasculhar nossos arquivos para perceber onde é que estamos errando. Muitas vezes um probleminha que notamos lá no começo do ano e deixamos para resolver depois virou uma bola de neve, e cabe a nós recuperar-se do prejuízo.

Se necessário, comece tudo outra vez. Um líder sabe reconhecer o erro, retrabalhar sua ideia e consegue se superar. O importante é nunca se dar por vencido, e como a Fênix, ressurgir das cinzas adquirindo toda a energia e motivação necessária de dentro de nós mesmos.

Vamos lá! Vamos em frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *