Sucessos e fracassos: aprendendo a se arriscar

Tempo de leitura: 2 minutos

Aprender com fracassosQuem nunca fracassou não sabe o que é atingir o sucesso. Isso porque o sucesso está no risco, na superação e na inovação. Esses três componentes são indispensáveis na hora de tomar grandes decisões, de onde os líderes vão se sobressair e as pessoas que vivem de um pensamento senso-comum continuarão na mesmice.

No post de hoje, falaremos um pouco sobre esses três pontos, sempre pensando em como identificar e agarrar oportunidades. As reflexões a seguir estão voltadas para a essência de das ações que proporcionam um aprendizado real, com o intuito de que possamos enxergar o lado bom do fracasso e transformá-lo em escada para o sucesso.

Correr riscos: até onde devemos arriscar?

A expressão “correr riscos” parece significar algo completamente inesperado e sem planejamento, onde uma pessoa estaria a mercê de ações ou acontecimentos que não dependem dela para acontecer. Mas este conceito está muito errado: “arriscar-se” pode ser muito bem entendido como “ousar”.

Ousar no sentido de defender uma ideia sua, de não se acomodar com resultados medianos, de tomar a frente de um grande projeto. Quem está sempre ousando e se reinventando, está também preparado para superar pequenos erros no meio do caminho, porque seu pensamento está calcado no presente, porém totalmente atrelado ao futuro.

Isto é, se algo não der certo, a pessoa sempre terá uma carta na manga, e identificará no fracasso uma excelente oportunidade de se superar e encontrar uma solução criativa para o problema. E além do mais, ela dificilmente cometerá essa falta novamente, pois interioriza uma situação adversa como aprendizado.

Supere-se inovando

Por vezes desistimos de algumas atividades pelo simples medo do fracasso. Mas se continuarmos a ver o fracasso como resultado de algo inútil, nunca teremos coragem para inovar. Ou seja, o que devemos fazer é refletir sobre o por que de termos fracassado, analisar onde estávamos falhando e corrigir esses erros já pensando em não cometê-los novamente.

São em situações de superação que crescemos muito como pessoas, pois o auto-conhecimento adquirido nos faz enxergar melhor os nossos pontos fortes e fracos, juntamente com o potencial para superar qualquer dificuldade que apareça.

Portanto, não podemos nunca ficar em cima do muro: temos que colocar todo o nosso conhecimento em prática para tornar realidade todo o potencial que possuímos. Não se esqueça, o fracasso também leva ao sucesso, desde que sejamos sensatos para aprendermos com nossos erros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *