Como usar as Linguagens Corporais a seu Favor.

Tempo de leitura: 3 minutos

A primeira impressão, como diz o ditado, é a que fica. Essa certeza só é possível devido a percepção inconsciente das linguagens corporais.

Como usar a linguagem corporal a seu favor

A imagem transmitida para uma outra pessoa ou um público pode ser decisiva em diversas situações, seja em uma entrevista de emprego, estabelecer contatos ou até mesmo em um encontro romântico.

Relevância das Linguagens Corporais

Por isso, as linguagens corporais são fatores importantes a serem desenvolvidos.

Os pequenos gestos conseguem dizer muito sem que a pessoa precise usar uma única palavra.

Na hora de se expressar, quem tem mais desenvoltura e uma oratória que conquista os ouvintes pode se sair melhor.

A combinação entre esses dois elementos pode ser decisiva para abrir novas portas, trazendo mais oportunidades.

Isso pode favorecer muito e impactar profundamente tanto a sua vida pessoal quanto a profissional.

Confira abaixo algumas dicas para usar as linguagens corporais a seu favor.

Aperto de mão

Tudo começa com um pequeno gesto. Em uma situação formal, o cumprimento mais usado é o aperto de mão.

O aperto de mão precisa mostrar segurança e firmeza para a outra pessoa.

A posição do movimento pode tanto indicar respeito quanto imposição de poder.

Na hora de estender a mão, pense sempre que quem fica com as palmas para baixo geralmente é o mais dominante.

Além disso, é preciso garantir um aperto firme, que transmita confiança, sem fraquejar ou apertar forte demais.

Cotovelos

A posição dos cotovelos em uma superfície traz muitos significados. Isso porque é possível ter mais segurança e facilidade para se expressar dependendo da situação.

Ao deixá-los apoiados, você transmite mais serenidade e confiança ao falar e negociar.

As cadeiras são as mais indicadas para isso, pois é possível encostar levemente nos braços do móvel, mantendo a postura com a coluna ereta.

Essa posição transmite mais poder e destaca-se em relação aos braços e ombros caídos para dentro, que transmitem nervosismo.

Pernas

A perna é um dos principais meios de expressão e pode transmitir uma mensagem quando é posicionada de uma determinada maneira.

Durante uma negociação ou reunião na empresa, é preciso prestar a atenção à posição das suas próprias pernas e dos outros participantes.

Cruzá-las pode significar uma postura mais reticente, fechada ou até mesmo insegura, pois esta posição força o tronco a ficar mais reclinado.

Já quando elas estão mais soltas e confortáveis, há mais fluidez na conversa, mostrando uma predisposição para o diálogo.

Mãos

As mãos são verdadeiras aliadas da fala. Quando são bastante expressivas, elas fazem parte do discurso e chamam a atenção dos ouvintes, mas este é um dos grandes perigos.

O foco sempre deve ser o assunto tratado.

Por isso, mantenha as mãos abaixo da altura do queixo. Assim, você manterá o contato visual com quem estiver dialogando.

Evite fazer movimentos bruscos ou muito grandes com os braços.

No caso de verificar alguma postura defensiva na conversa, como braços cruzados ou coluna reclinada, vale a pena desviá-la com a aproximação.

Ofereça algo para a pessoa fazer ou visualizar, como a tela de um computador ou um documento com informações relevantes.

Poder do discurso

Mas, antes de tudo, é preciso ter um discurso marcante. Não há expressão corporal que ajude quando a fala não transmite segurança e autenticidade.

Por isso, muitas pessoas investem no curso de oratória, para expressar as suas ideias e pensamentos de maneira coesa e atrativa.

Falar sem pressa, evitar rodeios e mostrar domínio sobre o assunto também são atitudes indispensáveis para cativar os ouvintes com o seu discurso.

Linguagens Corporais a seu favor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *