4 mitos sobre leitura dinâmica

Tempo de leitura: 2 minutos

Os 4 mitos sobre leitura dinâmica esclarecem e dão dicas relevantes para tornar sua leitura produtiva.

Mitos - Leitura Dinâmica

A leitura ainda é a maior ferramenta para aquisição de informação e conhecimento.

Por isso, ler rapidamente é motivo de admiração, já que quanto mais rápido se dá o processo, maior a quantidade de conteúdo absorvido.

Tanto que, ao longo dos anos, muitos estudiosos se esforçaram para desenvolver diferentes técnicas para acelerar esse processo, e assim surgiu a leitura dinâmica.

A possibilidade de ler mais em menos tempo desperta muito interesse e também algumas dúvidas. E como todo assunto interessante e amplamente debatido pode gerar algumas confusões, vamos desvendar abaixo quatro mitos comuns sobre a leitura dinâmica.

Ler muito rápido diminui a compreensão do texto.

Mito. O cérebro humano é capaz de processar o significado contido em uma palavra mais rápido do que o tempo que os olhos levam para percorrer um conjunto de letras.

Por isso, é muito comum que os problemas de leitura dificultem a interpretação de textos inteiros ou pequenos enunciados.

A leitura dinâmica acelera o raciocínio.

Verdade. Os leitores regulares, por muitas vezes, acabam mecanizando a leitura. Afinal, quem nunca se cansou no meio de um texto, se distraiu e teve de recomeçar?

Com a leitura dinâmica, o cérebro amplia seu campo visual e reconhece ideias mais rapidamente.

A leitura dinâmica só funciona para quem já é um bom leitor.

Mito. É justamente nesses casos que as técnicas de leitura dinâmica vão ajudar. A maioria das dificuldades que as pessoas enfrentam para ler e compreender um texto estão justamente relacionadas ao processo deficiente de leitura, que pode se tornar cansativo e dispersar o foco e a concentração.

É possível “reaprender” a ler com mais prazer, velocidade e eficiência.

A leitura dinâmica sobrecarrega o cérebro.

Mito. O cérebro, como qualquer outro órgão do corpo humano, precisa de estímulos para manter-se ativo, da mesma forma que um atleta exercita seus músculos para manter a forma física.

A fadiga mental pode decorrer de outros fatores, como o estresse, má qualidade do sono e até por causa de deficiências nutricionais ou alguma patologia.

Aguardamos seus comentários sobre esse artigo: Os 4 Mitos sobre Leitura Dinâmica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *