Quais os benefícios da meditação? Confira 7 deles

Tempo de leitura: 6 minutos

quais os benefícios da meditação

Você sabe quais os benefícios da meditação? Não é à toa que essa prática milenar é adotada ao redor do mundo há tanto tempo. Meditar conta com diferentes benefícios que influenciam diretamente na vida de quem a pratica.

A meditação é, na realidade, uma técnica de autocontrole em que a pessoa deve focar o seu pensamento em algo específico, como um som, imagem, objeto, respiração, entre outros, para aumentar a sua consciência.

Se você tem interesse pelo tema e deseja descobrir quais são os benefícios da meditação, continue a leitura deste post que vamos apresentar 7 deles. Confira!

1. Melhora da concentração

Para meditar é preciso se concentrar, uma vez que a técnica consiste, justamente, em voltar os seus pensamentos para algo específico a fim de se conhecer melhor. Ao melhorarmos nossa concentração, passamos a prestar mais atenção ao momento presente.

A falta de concentração, por sua vez, é um problema, pois além de prejudicar a produtividade, também pode gerar pensamentos vagos e autodestrutivos, que roubam o tempo de nossa rotina e até mesmo geram sentimentos ruins.

A meditação oferece o caminho inverso, afinal, quanto mais focada a pessoa está em algo, mais clareza ela obtém para perceber os seus próprios sentimentos e intuição — fatores que aumentam os níveis de efetividade e melhoram a concentração.

2. Reduz a ansiedade

Existem estudos que comprovam que a meditação diminui os sintomas da ansiedade, inclusive ataques de pânico, fobia, pensamentos paranoicos, ansiedade social e comportamentos obsessivo-compulsivos.

Há, ainda, outro estudo que acompanhou por três anos 18 pessoas que completaram um programa de meditação. Como resultado, foi possível observar que a maior parte dos voluntários que continuou praticando a meditação com regularidade conseguiu manter, em longo prazo, os níveis de ansiedade mais baixos.

Uma terceira pesquisa, feita com em 2.466 participantes, também demonstrou que estratégias distintas de meditação podem diminuir os níveis de ansiedade.

Dessa maneira, como é possível observar, existem diferentes estudos que comprovam que a meditação ajuda no controle da ansiedade, auxiliando, inclusive, a reduzir o estresse gerado pelo trabalho.

3. Ajuda a eliminar o medo de falar em público

Ter receio de falar em público é um medo muito comum, mas você sabia que é possível reverter essa situação? A meditação, por exemplo, é uma excelente maneira de vencer esse obstáculo.

Por meio da meditação se torna possível aumentar a intensidade da atenção — para falar em público, é fundamental contar com essa característica e não deixar o medo atrapalhar o foco do orador.

Há um estudo que observou que os colaboradores que praticam meditação de forma regular conseguem se manter focados por mais tempo em uma tarefa e, ainda, conseguem se lembrar dos detalhes de suas atividades com mais precisão do que os seus colegas que não têm o costume de praticá-la.

Além disso, uma revisão concluiu que a meditação tem a capacidade de reverter padrões no cérebro que contribuem para gerar preocupações e desviar o foco. Assim, ao meditar se torna possível eliminar a timidez e o medo de falar em público e, ainda, se tornar mais focado para ter ainda mais sucesso em sua apresentação.

4. Melhora a memória

Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Ciências Psicológicas e do Cérebro da Universidade da Califórnia observou que a meditação melhora a memória, pois ela estimula a capacidade de impedir que a mente vague durante atividades que exigem atenção, como estudar ou realizar uma prova.

Durante o estudo, 48 universitários da universidade foram avaliados em um teste. Depois, metade do grupo passou por duas semanas de treinamento de meditação e o restante não.

Ao refazer a avaliação, o grupo que não meditou teve o mesmo resultado do primeiro exame, já os universitários que praticaram meditação foram melhores nos testes de memória e compreensão de leitura, pois obtiveram menos pensamentos vagos.

Além disso, existem estudos, ainda, que observaram que a meditação também é capaz de ajudar na perda de memória normal relacionada à idade, melhorando de forma parcial a memória em pacientes com demência.

5. Promove o bem-estar psicológico

Ao pensarmos em quais os benefícios da meditação, pensamos de imediato em bem-estar psicológico. Essa associação está correta, pois o ato de meditar promove emoções positivas em experiências diárias — o que é capaz de gerar recursos pessoais, como atenção plena, propósito na vida e apoio social.

Para obter esse resultado, uma pesquisa observou 174 pessoas em um programa clínico de redução de estresse com base em meditação. Durante as sessões, os participantes realizaram avaliações de estresse e atenção antes e depois de realizar a prática de meditar.

Como resultado, foi possível observar melhoria do funcionamento psicológico e aumento da atenção e do bem-estar, ao mesmo tempo em que o estresse e outros sintomas negativos foram diminuídos com a mediação.

6. Melhora o sono

Dormir bem e de forma profunda é um dos grandes desafios de muitas pessoas atualmente, já que os problemas do dia a dia podem afetar esse importante momento de relaxamento.

Contudo, um estudo que realizou comparações concluiu que os participantes que meditaram por certo período adormeceram de forma mais ágil e permaneceram por mais tempo em sono profundo quando comparados com aqueles que não meditaram.

Isso ocorre porque a meditação ajuda a relaxar o corpo e liberar a tensão, o que o coloca em um estado de paz e bem-estar que faz com que a pessoa adormeça de forma mais rápida e o sono seja de melhor qualidade.

7. Tem prática acessível

Por fim, mais uma das vantagens da meditação é que se trata de uma prática acessível e que não requer equipamentos ou espaços específicos. Além disso, até mesmo as pessoas que são muito atarefadas e não têm muito tempo livre podem praticá-la, pois requer somente alguns minutos diariamente.

Para meditar, basta ter o desejo de começar e optar por uma forma de meditação com base no que você pretende obter dela. De maneira geral, existem dois tipos de meditação, são elas:

  • meditação focada na atenção — o seu objetivo é livrar a mente da distração. Para tanto, é preciso voltar a atenção para um som, objeto, mantra, visualização, respiração etc.
  • meditação de monitoramento aberto — essa modalidade estimula a conscientização ampliada de todos os aspectos, como pensamentos, impulsos e sentimentos.

É válido ressaltar que, em geral, ambas as modalidades geram benefícios, basta que a pessoa que deseja praticar a meditação opte por aquela que mais se encaixa em suas necessidades e desejos.

Agora que você já sabe quais os benefícios da meditação e conhece 7 vantagens de manter esse hábito, comece a praticá-la o quanto antes, afinal, para tanto basta reservar um momento do seu dia e procurar elevar a sua concentração.

Se você gostou deste post, continue a visita em nosso blog e descubra qual é a verdadeira importância do autoconhecimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *