Como impostar a voz? Aprenda com estas 7 dicas!

Tempo de leitura: 6 minutos

impostar a voz

Para ser efetiva e clara, a comunicação depende de algo simples: a fala. É necessário ter uma boa presença e saber impostar a voz para ter sonoridade, ritmo e um tom adequado à informação que está sendo transmitida. Nesse sentido, o que importa não é apenas ser ouvido, e sim ser entendido para que não haja ruídos na mensagem passada.

No contexto atual da pandemia, isso se torna mais importante. As organizações têm adotado cada vez mais reuniões conferências por meio de videochamadas, e o preparo com técnicas vocais é fundamental para a transmissão de ideias com mais clareza. A oratória pode ser trabalhada com um conjunto de métodos e exercícios que potencializam ainda mais os resultados.

Por isso, acompanhe como você pode impostar a voz do jeito certo e fazer com que os ouvintes se interessem mais pela sua mensagem!

1. Treine a respiração

A respiração é um dos aspectos mais essenciais para que a impostação da voz seja apropriada. Ela está diretamente relacionada com a colocação, o volume e até mesmo a afinação. Dessa maneira, a forma como se respira tem influência em como a fala se projeta. Isso pode variar bastante conforme a ideia que está sendo passada e outros fatores.

Assim, o treinamento da respiração ajuda para deixá-la mais controlada, o que é primordial para a impostação da voz. Existem alguns exercícios simples que podem auxiliar, como deitar de costas com um livro sobre a barriga e inspirar pelo nariz sem mexer muito o livro, e expirar como você estivesse soprando uma vela.

2. Trabalhe com pronúncia silábica

Você já notou em como muitas vezes falamos rápido e acabamos “engolindo” sílabas? Isso também afeta a transmissão da mensagem e pode provocar ruídos, principalmente se o ouvinte estiver um pouco desatento. Além disso, a sobreposição silábica deixa a oratória ruim e passa insegurança.

Portanto, o trabalho com a pronúncia silábica é essencial para a articulação das ideias e compreensão da mensagem. O ideal é procurar por exercícios que ajudem a pronunciar cada sílaba corretamente. Com esse cuidado, são eliminados ruídos e cacoetes, o que deixa a linguagem mais fluida e torna a apresentação mais dinâmica.

3. Exercite a dicção

Com o passar do tempo, é normal adquirirmos algumas manias vocálicas. A dicção é a forma como as palavras são articuladas e pronunciadas, o que faz com que a mensagem transmitida seja compreendida. Atropelar sílabas, falar rápido demais e outros detalhes são prejudiciais para a oratória e, assim, faz com que a expressão de ideias fique comprometida.

A comunicação verbal clara é alcançada com o uso de técnicas para trabalhar a voz, em que ajudará a ter uma boa dicção com pronúncia mais clara e compreensível. O som emitido é resultado de como o ar vibra ao sair pela boca. Com o domínio vocal é possível impostar a voz sem parecer uma tonalidade falsa, além de passar mais credibilidade.

4. Faça aquecimento vocal

Não são só as técnicas que ajudam na impostação da voz, o preparo momentos antes de falar em público também é fundamental para o desempenho. O aquecimento vocal prepara os músculos e cordas vocais para que a voz seja projetada com mais clareza, além de contribuir para a prevenção de lesões.

São diversos exercícios que colaboram para aumentar a extensão vocal. Manter a postura corporal alinhada, erguer a cabeça, ter os pés bem apoiados no chão e deixar os ombros a abertos e para trás é o princípio para iniciar o aquecimento vocal. Desse modo, o corpo fica favorável para realizar as técnicas.

5. Hidrate as cordas vocais

Talvez não seja novidade para você que o corpo humano seja 70% composto de água. Manter as células hidratadas é muito importante para que o funcionamento do organismo, e com as cordas vocais isso não seria diferente. A hidratação é proteção para a voz, que evita a rouquidão e diminui os riscos de lesões.

Beber água hidrata a laringe, as pregas vocais e a mucosa para que todo esse sistema fique “lubrificado”. Assim, o indicado é se hidratar antes, durante e depois da utilização da voz. Procure por alimentos que ajudem na qualidade vocal, como maçã, mel e outros. Ao fazer isso, você também garantirá a sua saúde.

6. Melhore a ressonância

Como um violão quando tocamos em suas cordas e o som ressoa por dentro para então sair, a voz funciona da mesma maneira. Isso é chamado de ressonância, que é quando o som produzido pelas cordas vocais vibra por dentro da boca e da garganta. Nesse sentido, quanto maior o espaço para a ressonância, mais a fala será projetada e saíra bonita e com clareza.

A postura é um dos aspectos de extrema importância para isso. No entanto, é preciso manter o corpo relaxado, pois a tensão também é demonstrada pela voz. O medo de falar em público, receio de errar e outros fatores são situações que têm grande influência para a oratória. Contudo, com a preparação adequada é possível ter mais segurança, perder a inibição e, com isso, melhorar a ressonância e falar com mais desenvoltura.

7. Domine a técnica do “som nasal”

Por mais que saibamos que voz saia pela boca, o nariz também papel fundamental no jeito como falamos. Por exemplo, quando dizemos a letra “M” sem abrir os lábios, sentimos o que é o som nasal e assim ele é facilmente percebido. Isso ajuda na redução da tensão sobre a faringe e laringe, e trabalhar com ele ajude na impostação da voz.

Para trabalhar as sonoridades nasais, basta bloquear o nariz, contrair o abdômen e produzir algum som. Depois disso, é só desbloquear o nariz. O treinamento vocal passa por diversas etapas, e cada uma delas faz toda a diferença na expressão e clareza, auxiliando para que você se expressar com naturalidade.

Entretanto, os métodos e técnicas para impostar a voz precisam ser realizados com regularidade, pois quanto mais você as fizer, mais a sua fala será natural e ajudará na sua vida profissional. Por isso, adotar essas práticas no dia a dia garantem resultados cada vez melhores com o passar do tempo.

Então, o que achou das dicas deste post? Se você tem outras dicas, compartilhe com a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *