O que significa storytelling? Entenda mais sobre ele!

Tempo de leitura: 6 minutos

o que significa storytelling

Você sabe o que significa storytelling? Essa é uma técnica cada vez mais utilizada para ofertar um produto ou serviço. Ela pode ser usada em diferentes tipos de meios de comunicação, como revistas, apresentações corporativas, redes sociais, entre outros, e visa cativar e conquistar a atenção do seu público-alvo.

Para criar uma narrativa envolvente, é fundamental contar com uma escrita criativa capaz de prender a atenção e instigar a curiosidade do interlocutor. Vale destacar que o storytelling pode ser usado em várias situações, como campanhas publicitárias, palestras acadêmicas, reuniões, apresentações de projetos, entre outros.

Assim, saiba que é importante entender e analisar o seu cenário e a sua persona para elaborar a narrativa mais atraente possível diante da sua necessidade a fim de alcançar o seu objetivo, seja fechar um negócio, seja atrair novos clientes, seja passar um ensinamento, seja conseguir o emprego dos sonhos e muito mais.

Para saber o que significa storytelling, leia este texto e tire as suas dúvidas agora mesmo!

O que significa storytelling?

Storytelling vem da expressão inglesa tell a story, que significa “contar uma história”. Com isso, tenha em mente que a técnica de storytelling busca elaborar uma boa narrativa para que ela seja instigante e atraente ao seu público-alvo.

Desse modo, há a preocupação em criar um enredo criativo e uma narrativa que seja envolvente. Para isso, são utilizados alguns recursos específicos, como personagens, diálogos realistas, conflitos que a persona possa se identificar, uma mensagem, uma solução para o problema abordado, entre outros.

Essa técnica de contar histórias é muito utilizada, principalmente, em estratégias de marketing e publicidade, uma vez que é uma maneira de estreitar os laços de uma marca com o seu público-alvo, por exemplo. Assim, ao transmitir uma mensagem com uma narrativa elaborada com cunho emocional, fica mais fácil criar uma conexão relevante entre quem conta a história e quem a recebe.

Dessa forma, pode-se:

  • persuadir alguém a adquirir o produto de uma propaganda;
  • desenvolver o seu nicho no mercado;
  • estimular o engajamento dos seguidores de uma empresa;
  • atrair um possível cliente;
  • fidelizar o seu público-alvo;

Vale ressaltar que o storytelling pode ser usado em diversos formatos, como blogposts, publicações nas redes sociais, vídeos, anúncios publicitários, entre outros. A sua versatilidade também permite que a técnica seja aplicada na televisão, em meios impressos (como jornais e revistas), portais digitais (como Facebook e Instagram) e no rádio.

Para que serve essa técnica?

Como mencionado anteriormente, o storytelling pode ser utilizado em diferentes contextos para atrair potenciais clientes, engajar o seu público, gerar mais vendas do produto que você oferece, divulgar o serviço que você presta, entre outras possibilidades.

Dessa forma, a técnica pode ser moldada de acordo com a situação para trazer os benefícios que você visa alcançar, seja fechar um negócio, seja vender algo, seja promover uma marca no mercado e mais.

Para criar uma apresentação com o uso do storytelling você deverá fazer uso dos elementos específicos, que são o personagem, o ambiente, o conflito e a mensagem. Além disso, você pode utilizar recursos tecnológicos para contar a sua história, como vídeos e áudios. Por conta dessa versatilidade de uso, essa técnica persuasiva tem sido cada vez mais utilizada, principalmente no marketing digital.

Lembre-se que é importante contar a sua história de forma criativa para se destacar. Afinal, o diferencial não está na história em si, mas na forma como ela é contada ao seu interlocutor.

O que levar em consideração ao criar o seu storytelling?

Ao criar um texto envolvente, é preciso levar em consideração alguns fatores cruciais para que a sua história seja bastante eficaz. Confira abaixo!

Analise o seu público-alvo

É essencial conhecer a sua persona — uma pessoa semifictícia que represente o seu público-alvo. Ela deve ser montada com base em dados reais, a fim de representar o seu cliente ideal. Para isso, observe os seus interesses, as suas motivações, os seus comportamentos, os problemas que são enfrentados no dia a dia, as soluções de seus desafios, entre outras características que ajudem a sintetizar o seu perfil.

Com isso, pode-se alinhar uma estratégia mais certeira com a finalidade de atender essas questões com mais eficiência. Desse modo, fica mais fácil atrair a atenção das pessoas que realmente importam com o seu tipo de serviço ou produto.

Crie uma história com emoção

A emoção passada na história ajuda a seduzir o interlocutor para o conflito que você está o convidando a participar. Nessa história, deve-se apresentar o personagem, o ambiente, o conflito e a mensagem, que é responsável por conectar o indivíduo ao que você está transmitindo em âmbito emocional.

Por isso, o ideal é criar uma mensagem que tenha potencial elevado de causar um efeito de empatia e conexão com a sua persona. Essa técnica pode ser implementada em várias situações, como anúncios de publicidade, palestras, reuniões corporativas etc.

A ideia é marcar positivamente o seu público com o conteúdo que está sendo passado, com entusiasmo, esperança, felicidade, entre outras emoções que fazem com que a experiência vivida se torne inesquecível.

Forneça uma solução para o conflito criado

Para ter êxito em suas mensagens, o indicado é fornecer um início, meio e fim aos seus interlocutores. Portanto, evite criar uma história empolgante, com desenvolvimento atrativo, mas que não ofereça um fim, ou seja, uma resolução para os conflitos que foram abordados.

Apesar de essa estrutura sem fim funcionar muito bem em alguns filmes, na prática do storytelling no mundo do marketing pessoal, de um produto ou de um serviço, por exemplo, o recomendado é elaborar uma narrativa que seja clara e que tenha uma mensagem de entendimento direto e explícito. Dessa maneira, ela poderá ser reproduzida com facilidade e de forma descomplicada.

Agora você já sabe o que significa storytelling, certo? Ao aplicar essa técnica para chamar a atenção de seu público-alvo, lembre-se que é importante ter uma linguagem adequada, ou seja, utilize um tom que seja de acordo com a sua persona e com a mensagem que se busca passar. Com esse cuidado, fica muito mais simples e prático usar esse recurso para cativar e atrair novas pessoas.

Para sempre ficar por dentro das novidades, que tal assinar a nossa newsletter? Não fique fora dessa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *